Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Rui Sinel de Cordes, uma pessoa como as outras todas

Rui Sinel de Cordes merece que nos escangalhemos a rir quando diz piadas com piada, merece ser criticado quando pisa o (nosso) risco, merece palmas ou assobios, conforme os casos, veto até, se acharmos que ofende. Podemos dizer o que quisermos, mas não nos podemos surpreender quando os outros não acham assim tanta piada. Ultimamente só ouço falar dele porque ataca jornais que o atacaram e agora ameaça deixar o Facebook (?!) porque disse uma piada qualquer sobre as pessoas que morreram em Orlando (e que, sem surpresa, ataca a comunidade gay) e caiu mal. Ponto 1, se quer sair no FB não ameace, saia. Ponto 2, para quem se dedica a rebaixar os outros através do humor e, quase sempre, pessoas em posição de maior fraqueza social, revela uma extraordinária e ausência de humor. Vai ter de aprender a conviver com a crítica. Ele faz humor, os outros fazem opinião a sério. E, acrescente-se, eu até acho que Rui Sinel de Cordes (RSC) consegue ter muita piada. Infelizmente, parece que alguém lhe vai ter de dar a novidade: é uma pessoa como outra qualquer.

 

É fácil fazer humor com ricos, arguidos (incluindo Ricardo Salgado e Sócrates), gente do futebol, políticos de direita e do PS, Manuel Maria Carrilho, igrejas e raças. Quero ver a mesma coragem aplicada a Ricardo Araújo Pereira, Pacheco Pereira, Belmiro de Azevedo, Pinto Balsemão (e não é na SIC, em dia de galazinha e chamar-lhe o "senhor do bolo", reforçando que ele é que manda), ao administrador com o pelouro de programas da RTP, os Radiohead e o cartaz do Alive e pobres e o Ricardo Salgado quando ele era o Dono Disto Tudo e ninguém sequer se atrevia a dizê-lo. Quero ver essa valentia aplicada a Jerónimo de Sousa, a Catarina Martins, às irmãs Mortágua, à voz de alguns deputados (estou farta de piadolas com a voz da Heloísa Apolónia)... Quero ver, porque francamente tem estado fora das piadas. E, por uma vez, quando aos humoristas se lhes pergunta pelos limites do humor, admitamos que não estamos a falar da morte (há assunto mais rísivel?), mas daquilo que nos põe comida na mesa. Quero ver como fazem piadas dos seus pares. E, pesando todos estes aspetos, tenho de considerar que João Quadros, maluco como é, continua a ser o que vai mais à frente...

 

(Por acaso, depois de ter escrito este post, chegou ao meu conhecimento que RSC emitiu ontem um comunicado, respondendo aos seus críticos, e reforçando as minhas convicções. Gosto imenso de ter razão.)

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D