Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

O pior das férias...

Apesar do que possa parecer o último post, e de até achar que a Francisca pode ter sentido a nossa falta durante a última semana, tenho 99,9% de certeza que fizémos bem em não a levar. Admiro imenso as pessoas que levam os filhos para todo o lado -- sol, neve, caminhadas intensas e o diabo a sete -- mas isso não é para nós. Sentimos muito a falta dela, claro, e não a ter por perto foi o pior, mas não vou estar aqui a chorar e a fazer de conta que isso me 'cortou o barato' ou que passei noites em branco por causa disso porque não é verdade. Houve saudades, sim, e ficava nostálgica quando tirávamos fotos a quatro, mas isso é natural. Dentro das circunstâncias, acho que até estivémos bem calmos. Porque a Quica estampou-se e partiu a cabeça.

 

Na sexta-feira, isto é, dois dias antes da partida, quando chegávamos da pediatra, houve encontro imediato de primeiro grau entre a nossa bebé e uma esquina na garagem da nossa casa. Um acidente estúpido como todos os acidentes.

 

A Teresa deu-lhe um toque e ela caiu. Teve o azar de ter a esquina à frente. Quando a levantei, havia sangue por todo o lado. E um corte tão grande que nem conseguia olhar. Subi o elevador com ela, pus-lhe uma toalha, chamei o INEM com a ajuda a M., enquanto ouvia a Teresa chorar, aos guinchos, na garagem, e a própria Chiquinha chorava de dor e de susto.

 

Por mim tinha desatado a chorar e berrar também, mas uma coisa que tenho percebido quando há acidentes é que é fundamental manter a calma.  Devo ter parecido tão tranquila que o INEM passou a mensagem errada à ambulância. Disse que se tratava de uma pessoa de 16 anos! A espera pareceu-me uma eternidade e o sangue parou de correr entretanto, o que só me deixou ver melhor o tamanho da ferida. Horroroso...

 

No S. Francisco Xavier fomos atendidos pelos profissionais mais jovens que já tinha visto. Tinham pouca experiência, era evidente, mas também eles pareciam calmíssimos com o assunto. Puseram cola, deram indicações básicas e aí, sim, começámos a fazer perguntas: E agora? Como é que era? Nós com uma viagem marcada e a nossa filha mais pequena, a que não ia, com a cabeça partida. "Têm três filhas e ainda ficam assim?", perguntou o médico. Passou-me pela cabeça ficar, passou-me pela cabeça levá-la. Nada mudou. Quando tudo acalmou percebemos que não havia grande coisa a fazer. E com os cuidados da sua avó, que lhe pôs betadine três vezes por dia e a levou ao centro de saúde para 'fazer o penso' (bonita expressão), a Quica tem a ferida quase boa [suspiro de alívio].

 

A ferida mais difícil de sarar é a da Teresa. Ontem, quando entrámos no elevador da garagem, perguntei-lhe a fazer conversa: "Teresinha, lembras-te do qeu aconteceu à Quica aqui?". Foi como se tivesse voltado ao dia 7. "Eu já lhe pedi desculpa, eu já lhe pedi desculpa", dizia ela, a soluçar. E tudo por causa de um parvo acidente...

 

PS: A partir de agora só falo de comida boa e paisagens idílicas.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D