Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Mudar tudo ou apenas pequenas coisas para que tudo fique melhor

O Japão está a pensar mudar os sinais de trânsito, o STOP, de triangular para octogonal para facilitar a comunicação, tendo em conta a massa de estrangeiros que esperam receber num futuro próximo. Deve ser difícil mudar todos os sinais de um país, mas, bem vistas as coisas, é uma pequena medida comparada com o impacto que pode ter. As pessoas, em geral, as que mandam, em particular, tendem a descurar o impacto que as pequenas mudanças fazem na vida das pessoas. O botão no lugar certo, o papel higiénico de folha dupla, uma vela que deixa um cheiro agradável, os talheres bem postos na mesa. Penso que já falei sobre isso algures por aqui, não é que tenha sido criada com muitos salamaleques, mas os salamaleques importam. Podemos despejar tudo naquela gaveta das coisas do lá-está-está-a-querer-lençóis-de-linho-egípcio-deve-pensar-que-é-fina mas não é isso. É ter uma atenção aos detalhes que se perdeu. Nasce uma criança, não se manda um cartão. Morre um parente próximo de um colega de trabalho e não se mandam flores, e por aí em diante até precisarmos de coisas simples que podiam melhorar o quotidiano e não são feitas. Um mail com uma agenda. Talvez um papel afixado na parede. Um bom dia. Talvez isso tenha começado porque esse grau de sofisticação começou com reis totalitários, talvez seja porque essas mesuras são muito antigo regime, mas, bom, há gestos que tornam tudo mais fácil.

n-stopsign-y-201601221-870x664.jpg

 

 

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D