Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Libertar espaço no disco rígido, outro propósito de 2015

Ignorar e afastar-me de pessoas que considero nocivas. Pobres coitadas, podem ser ótima gente mas os nossos santos não se cruzam. Por mais que tente, não tenho mais do que conversas frustrantes. Todas as coisas que dizem me irritam tanto como as que lhes digo. Não sei se isto acontece a outras pessoas, nunca falei com ninguém sobre isto, mas conheço duas pessoas assim. Se dizes "quero correr 20 quilómetros em 2015", te dizem "isso é de mais para ti" ou "gosto do El Corte Inglés" e respondem-te "eu é mais loja do chinês" (no comments). Talvez eu seja esta pessoa para algumas pessoas por aí (já se sabe que tudo nesta vida é relativo), mas, bom, se sou peço desculpa. Não era minha intenção. Quanto a mim, desejo manter-me à distância. Largueza, fáxavor.

Claro que aqui entra o verdadeiro busílis da questão: e quando esta pessoas que me frustram são amigas de pessoas de quem gosto? Dupla frustração! Deve ser por causa deste pequeno pormenor que nunca falei disto com alguns amigos mas o facto é que há amigos de amigos meus com quem não gosto de estar. Esforço-me, ok, mas não quero. Tudo o que puder fazer para os evitar, faço. Na verdade, isto só me acontece com uma pessoa. Mas acontece. E não gosto. Não gosto pela minha amiga. Que culpa é que ela tem de se dar com uma pessoa de quem não gosto? Claro que posso sempre ser completamente honesta e dizer "não gosto dela". Posso, claro. Mas também penso que para o número de vezes que a tenho de viver também posso engolir o sapinho. E aguento. Só que sempre, sempre, sempre, que estou com esta pessoa fico com a sensação que era preferível não estar ali.

O mais certo é tudo ficar na mesma em 2015. Muda o ano, mas eu continuo a mesma. O que quer dizer calar-e e não dizer nada à espera que o sol volte a brilhar. É uma maneira de viver como outra qualquer. Mas lá que gostava de deixar em terra a bagagem que não serve para nada gostava.

PS: Estou a aproveitar os últimos dois dias do ano para descarregar o fel. Prometo voltar a ser um ursinho carinhoso a partir das 00.00 de 1 de janeiro. Estou só a fazer uma limpeza geral no disco rígido.

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D