Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Até quando vamos alimentar a ideia de que as mulheres nasceram para futilidades?

IMG_4455.JPG

Podemos dizer às nossas filhas mil vezes que é indiferente do que gostam, podem gostar de tudo, calças e cor de rosa, ballet e futebol, podemos querer convencê-las que o mais importante é o que pensam, os valores, fazerem bem as coisas, serem educadas e corretas, podemos dizer-lhes que não podem deixar que as diminuam por serem meninas. Podemos fazer isso a toda a hora. Podemos acreditar que está tudo melhor, até. Mas então uma terça-feira à tarde como outra qualquer vais ao Continente e és atropelada pela realidade: um chamativo volume cor de rosa chamado "Sou uma Princesa - O Meu Livro de Segredos" (Booksmile). Abre-se e uma das ideias é apontar-se o que se levou vestido a uma festa e dar uma nota. Já tenho idade para não ligar o indignómetro com facilidade mas tirou-me do sério. Já nem consigo classificar isto de machismo, é pura parvoíce. É um convite a criar tolas. Pessoas que numa festa, e para memória futura, querem recordar que levaram um vestido às bolinhas e a festa foi um 10. Ou será um "não satisfaz". Que aconteceu ao bom e velho: o que fizemos? Quem estava? Quem não estava e eu teria gostado que tivesse ido? Se essa pergunta singularmente estúpida que "o que levava vestido" fosse uma entre várias, se à princesa em causa fosse dada a oportunidade de escrever sobre a festa e também o que tinha vestido, nem notaria. Claro que o levamos vestido pode ser marcante e importante. Mas não é SEMPRE o mais importante, e nunca é o MAIS importante. Suponho que quem inventou isto nem se tenha dado conta que nesse simples quadrado se condensa a história de uma civilização (e não propriamente o seu melhor lado), o que me espanta é que passe por várias outras mãos e ninguém dê por nada. Porque a verdade é que embora persistam estes livros, esta mania de atribuir o rosa às raparigas, quando até as princesas Disney já são tudo menos pink, embora se alimente o gosto das miúdas por roupas, ninguém espera que hoje, 2015, as miúdas sirvam de floreiro num casamento, de preferência dando muitos filhinhos. Espera-se que tenham uma profissão. Pelo menos, eu espero. E espero que tenham uma profissão decente e qualificada. O que vejo como um caminho de pedras, pois parece que o mundo continua a dizer que os rapazes devem fazer construções e as meninas devem escrever o que levam vestido a festas. Talvez isto não seja assim tão importante, mas compreendam-me. São três filhas e pouco mais de uma década para que entrem no mercado de trabalho. Não posso permitir que as mulheres continuem a ganhar menos do que os homens. Não posso permitir que bons cérebros gastem energia com este tipo de coisinhas que só servem para perpetuar a mesquinhez, e uma certa mesquinhez que se gosta muito de associar ao género femimino.

12 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D