Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

A análise política que nenhum comentador fará: António Costa vai atrás nas sondagens porque parece má pessoa

costa.JPG

 

Os comentadores políticos, o meu marido incluído, fundamentam as suas teses sobre este empate técnico entre o PS e a Colifação PàF recorrendo a números, à história, à memória que guardam do que foi dito. As ilações que tiram são poderosas e baseadas em factos, mas às vezes temos de confiar em outra variável política: a a intuição. E o que a intuição nos leva a crer é que António Costa parece má pessoa. E é essa a verdadeira razão por que não descola nas sondagens.

Claro que eu não sei se ele é ou não má pessoa, nem ele nem nenhum dos políticos que se candidata às eleições. Mas uma coisa sei. Da mesma maneira que se empatiza com Jerónimo de Sousa, antipatiza-se com Costa. Como é óbvio, tenho noção de como é injusta esta observação. Uma pessoa não pode ser avaliada desta maneira, à laia do que acontece num jogo de ténis (está provado que as pessoas apoiam quase sempre a pessoa que acham mais giro). As medidas são mais importantes, e é preciso manter isto em mente. No entanto...

O que estou a dizer é que há uma parte da opinião que formamos sobre as pessoas baseada na maneira como as vemos reagir às coisas. E, basicamente, por mais bondosas que sejam as medidas propostas por António Costa, esbarram muitas vezes numa ira desproporcionada (o sms para um jornalista do "Expresso"), naquela maneira de falar em que parece que estão sempre a contrariar o menino (quando se queixou da jornalista "que aparecia atrás do carro" e a impaciência que antecipou uma apresentação -- patética, I must had -- do programa através do Skype), uns modos de "porque é que me está a importunar?" ("vídeo da entrevista ao semanário "Sol"). Até no debate em que arrasou com Pedro Passos Coelho, a maneira como lhe diz para ir visitar Sócrates é dita de forma completamente desadequada. Só passou por entre chuva, porque ele estava a merecer.

Para o caso, não vamos sequer avaliar a atuação no programa "Isso é Tudo Muito Bonito, Mas". Costa parecia algo divertido e totalmente falso. Nesse aspeto, igualzinho a todos os outros políticos que passaram pelo programa.

 

 

 

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D