Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Mudei de ideias

Afinal mesmo que ganhe o Euromilhões vou dispensar ter mais filhos. Cheguei a essa conclusão no sábado, depois de o nosso amigo Henrique ter ficado cá em casa. Não é por ele, que é superatinado e muito cooperante, é por mim mesmo. Não há capacidade para dar atenção a quatro pessoas pequenas ao mesmo tempo. Bem, já três é o que é...

O que as fotos dizem

Se eu não conservasse um bocadinho de tino punha aqui a foto tipo passe do meu pai com 10 anos, que ele me emprestou na semana passada. É que não reconheci o meu próprio progenitor! Ele, em contrapartida, lembrava-se de todos os pormenores do dia em que tirou aquela foto. Foi de carro com a pessoa x e o filho dela, ela ia vender, foram à quinta y e a seguir tiraram fotos no Granja (ainda existe?). Está de fato e gravata. "Claro que eu não saí de casa assim, ele é que tinha lá este casaco e esta gravata", disse-me ele. E é isso que adoro nas fotografias: as histórias que contam, o que dizem e o que não dizem, como foram feitas...

Os filhos tornam-nos melhores

Tornam sim. Não por artes mágicas, mal nascem ou quando sorriem para nós. Tornam-nos melhores quando estamos com os cotovelos na mesa e lhes pedimos que não façam isso. Porque se não queremos que gritem não podemos gritar. Porque se não queremos que mintam não podemos mentir. Porque temos de cumprir o que prometemos se queremos que o façam algum dia. Aprendemos depressa que se queremos que não façam não podemos fazer. Sim, os filhos têm esse dom. O dom de nos obrigarem a pensar no que fazemos.

Ah, saímos à rua

E para quê um passeio calmo e tranquilo aqui no nosso bairro quando podemos ir ao Chiado? Exato.

 

- Atravessar passadeiras cheias de gente? Check.

- Sentar à mesa para lanchar com duas mais o bebé numa mesa de dois? Check.

- Tentar controlar os humores da mais velha (estava sensível hoje) e os terrible two's da mais nova? Check.

- Olhar mil vezes para a bebé a ver se respira, se acorda e está tudo ok? Check.

 

A Francisca nem sequer acordou, eu levei os saltos (antes muerta que sencilla) e correu muito bem dentro do género andar pelas ruas com dois carrinhos e uma Madalena cansada e sensível. Tão bem que este domingo repetimos. Desde que não chova.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D