Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

4 detestáveis coisas das Autárquicas

1. Visitas de candidatos a mercados. Durante três anos e 11 meses fazem de conta que não existem, no mês antes das eleições é vê-los a confraternizar com peixeiras e senhoras da fruta. Todos criticam o Paulinho das Feiras mas a verdade é que todos lá andam. Vão porque se interessam e se querem misturar com os cidadãos? Não! Querem parecer que se interessam e que estão bem em todo o lado. Para isso, nada melhor do que ir ao mercado. É só andar às voltas a atrapalhar as compras de pessoas apressadas que parece logo que têm muito apoio. Ainda esta manhã me aconteceu! Lá estava o candidato, mais a sua trupe de mini-mes e as suas bandeiras e panfletos ranhosos a distribuir sorrisos e a atropelar cidadãos anónimos que estão a escolher pêssegos, como eu, obrigando-os a fazer parte da encenação. Querem dar espectáculo muito bem, mas não contem comigo para figurante.

 

2. Pessoas que nunca viveram em Lisboa nem nunca trabalharam em Lisboa estarem nas listas de candidatos a Lisboa por razões partidárias. O que é que esta pessoa sabe da poda para vir agora mandar bitaites? Nunca me conformarei com essa maneira de fazer as coisas. Depois, surpreendamo-nos com a incompetência.

 

3. Fazerem dos cargos autárquicos profissão. O que entronca diretamente com o ponto dois. Qual servir a população local, qual carapuça. Qualquer dia ser presidente de câmara aparece nos dicionários como sinónimo da mais velha profissão do mundo. Alguém lhes diga, se faz favor, que o objetivo não é esvaziar estes cargos de dignidade mas sim o contrário.

 

4. Os cartazes. Bem se nota já que toda a nossa massa crítica e criativa está a emigrar, mormente na área do design. Nunca me lembro de ver cartazes tão feios. Que tristeza! Que depressão! Que vontade de rir! O meu preferido é o candidato do PDR a Vieira, Engenheiro Cardoso, fonte de inspiração da melhor piada da semana: "Até agora indecisos com o nome da criança, hoje dissipamos as dúvidas. Que tal Engenheiro? Fica bem com qualquer apelido, hum?". Arquiteto também teria o seu estilo. 


2 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D