Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

O bom, o mau e o assim-assim de viver longe de "casa"

Viver como uma cigana (perdão, como um povo nómada) tem a vantagem de pôr as coisas no sítio certo. Sou infeliz por estar a morar a quase 40 km do trabalho? Bem, não exageremos. Esta parte é chata, sim, muito, mas confesso que até tenho um certo carinho pelo IC19 (chamem-me masoquista). Sinto-me mais chateada por ter parte das coisas em caixas de cartão, por não saber onde andam as minhas camisolas e, sobretudo, por sentir que não controlamos nada. E isso inclui a Madalena. E a educação da Madalena. Passa a maior parte do dia com os avós e é tal qual os livros descrevem: está mais mimada do que nunca, está mais esperta do que nunca. Caprichosa, grita para chamar a atenção das pessoas, exige coisas estranhas como garrafas de iogurte pousadas numa mesa e outras coisas deste género, mas, em compensação emite muitos e variados sons, já por várias vezes conseguiu acertar o som (mamá, papá) com a coisa (os progenitores) a que se refere, aponta para o biberão da água quando tem sede, para a cama quando quer dormir, é capaz de comer quase uma banana inteira à dentada, rói maçãs e já brinca que se farta.



Como comecei a escrever este post ontem já perdi um bocado o fio à coisa. Mas basicamente o que quero dizer é que embora me ande sempre a queixar, a verdade é que isto não tem sido assim tão mau. Pelo contrário. Além de uma filha bem tratada também temos sempre sopinha da boa e companhia para ir ao café tomar o pequeno-almoço (eheheheh). Por isso, é só para deixar claro que nos sentimos super afortunados pela vida que temos. Mesmo, mesmo. Obrigada.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D