Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Elas crescem

Chamam-me "a menina mãe" (a Francisca) e dizem coisas como "estou determinada" (Teresa) ou "hashtag 'tou chateada" (Teresa) ou querem ir ver o Ed Sheeran (Madalena).

Para implicar com o feminismo tudo serve

b0dca124-7ebf-4cd8-a854-c4f982042ccc.jpg

 

 

Que a Serena Williams usou o feminismo em vão para se justificar de uma derrota parece claro. Passar disso para lhe chamar a estratégia da vitimização (e assim diminuir a questão), como faz João Miguel Tavares neste texto, vai um passo muito grande. O feminismo não deixa de ser importante porque uma atleta o usa num mau dia.

Além disso, Serena Williams é uma grande, grande atleta. Apenas teve ce enfrentar uma derrota épica em público. Quantos de nós conseguiríamos? Tão poucos que todos os grandes atletas do mundo não enchem um Estádio da Luz.

E embora o comportamento me pareça inaceitável -- mereceu todas as penalizações (pelo conteúdo e pela forma) --, não é isso que diminui a importância do que está em causa: uma sociedade orientada para manter o poder entre certas pessoas, deixando muitas outras, com idênticas capacidades, de fora.

Temos de nos habituar também a isto: o feminismo É um assunto e vai ser mal usado. Não deixa de ser importante por isso.

Mas, já agora, sim, num sentido lato, sim, Serena Williams é uma vítima. Ou melhor, ela é uma flor que teima em nascer no pântano. Quando, em outras situações, Serena diz "eu", quer dizer "nós", como nos poemas de Maya Angelou (estive a ver este esclarecedor documentário).

Serena sobressai num país onde o racismo é um facto. Sobressai num mundo em que as mulheres ganham menos do que os homens. Ela, em concreto, até pode ganhar mais, mas vamos comparar historicamente? Vamos comparar o simples facto de ser preciso salientar as diferenças de salários nesta e em outras profissões?

Lá está. Quando se trata de implicar com o feminismo, tudo serve.

 

|foto: AP, e a Serena continua a levar os melhores modelos para o court|

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D