Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Rainha por um dia

A Madalena vai ser rainha por um dia no dia em que faz 4 anos. Os reis, na escola, são Baltazar, Belchior e Gaspar. E, seguindo o seu exemplo, todos os meninos terão de partilhar com os outros algo de que gostam muito com a ajuda dos pais. E, de repente, parece que somos nós, pais, que estamos a ser avaliados. Mas o que é que vamos fazer?

Barça-Real Madrid

Já sei que é o jogo favorito de toda a gente mas a mim deixa-me num stress brutal. A minha é o Barça mas eu gosto que o Mourinho e o CRzinho ganhem. É uma esquizofrenia. Contratem-nos para o Barça e acabemos com isto de vez.

Toda a gente a ajudar o Clube dos Leitores e a Tertúlia Benfiquista

O blogue Aventar está a fazer a eleição dos melhores em várias categorias.

Dado que este blogue não consta da lista (estou bué sentida!), elegerem os melhores blogues ou os melhores tremoços seria um tema sem qualquer importância (até porque os melhores tremoços são os que vende a minha família). Acontece que pessoas amigas que escrevem no Clube dos Leitores e na Tertúlia Benfiquista estão entre os nomeados e eu quero que eles ganhem. Porque são meus amigos e porque são mesmo os melhores. E então pensei: vou deixar aqui o link para que pessoas curiosas como eu própria vão lá espreitar os nomeados e deixar o seu voto. Já sabem, Clube dos Leitores (literatura) e na Tertúlia Benfiquista (desporto). Pelo caminho, fica-se a conhecer outros blogues interessantes. Pronto, não é um prémio do caraças, mas é o que se pode arranjar. Querem coisas em condições vão a casa da Kiki ou ao Cocó na Fralda. Mas é por uma boa causa.

Sou parva, não há hipótese*

Porquê, porquê que eu faço sempre isto? Porque me marco a mim própria coisas para quando estou de folga? Sou parva, é o que é. Muito parva.

 

(*Mas só é que posso dizer isto sobre mim mesma. E o meu gajo. Se for com modos carinhosos, claro)

Isto é o universo a equilibrar as contas

No momento em que a Madalena decide decretar guerra aos vestidos, camisas e sapatinhos de botão, a Teresa descobriu que a vida não tem sentido sem ganchos no cabelo. Seja noite ou seja dia. A birra que fez à noite para ir dormir com um gancho em forma de coelho na tola é semelhante à que me fez a irmã no fim de semana porque não queria vestir uma camisa. Vá-se lá perceber as crianças, gajas ainda por cima.

Aquele por acaso que nunca é por acaso

Como foi feita uma foto? O que foi preciso para a conseguir? Que ideia está por trás? O meu ex-chefe PJC fazia muitas perguntas sobre fotografias, hábito são que me leva a duvidar da espontaneidade destas:

 

Obama cumprimenta um funcionário da limpeza. É bonito, não tenho dúvidas, e as mensagens de "E há tanta gente com a mania" não deixam margem para dúvidas quanto à eficácia de uma foto assim. Acho estranho que o presidente dos EUA que não tem sequer autorização para abrir portas faça uma coisas destas mas, enfim, os seguranças podem ter-se distraído. Em todo o caso, a sua divulgação não tem nada de inocente.

Robson da Silva, via FB do Edson Athayde

 

Letizia Ortiz 'apanhada' a comprar frutas e legumes no supermercado. A minha preferida. Vinha acompanhada de um texto repugnante em que se dizia que ela não descura atividades domésticas como boa dona de casa. Estou agarrada à barriga a rir. Mas quem é que acredita que esta mulher voltou a entrar numa cozinha depois de se ter tornado princesa? Pode ter entrado, mas só por graça. E, que casualidad, uma câmara estava lá captar o momento e o divulgar exatamente agora que a família real de Espanha está sob fogo por causa do Iñaki Urdangarín.

capa da revista "Hola", esta semana

Crianças. As minhas, nomeadamente

O seu a seu dono

 

O problema com as crianças é que depositamos nelas expetativas loucas. Vão ser as bailarinas que não fomos, nadadoras, executivas, miúdas cheias de power que nós não fomos. Vão ver os filmes que nós não vimos, ler os livros que não lemos, tocar piano a sério e ser muito mais espertas. Estou a medir as palavras, estou. Pode passar por aqui quem seja capaz de jurar a pés juntos que não projeta nos filhos, o que queria ser, mas acho que é mentira. Estamos sempre a fazê-lo, com mais ou menos cuidado. E quase sempre conseguem superar os nossos sonhos.

Mas há mais e há pior. As crianças conseguem fazer-nos superar coisas horríveis. A morte de alguém que amamos, acontecimentos inesperados ou decisões que não queriamos tomar. Quase sempre conseguem superá-las. É muita responsabilidade...

 

(Ainda bem que elas cá estão)

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D