Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Lugares onde vos quero levar

127 Horas, de Danny Boyle

 

Alma caridosa trouxe para esta casa o ópio do século XXI, um disco externo carregado de filmes e séries e música e animação infantil. Não fazemos mais que tomar vez no sofá para ver mais um episódio de Spartacus, Mad Men e filmes. Ontem, 127 horas. Gostámos mas vamos poupar-vos à crítica de cinema. Quando tiverem mais de 18 anos podem vê-lo. Agora, concentrem-se na imagem: Blue John Canyon, no estado do Utah. Pode ser este. Ou outro dos Estados Unidos. Mas isto não se pode perder.

Mãe, a tempo inteiro

Queria muito vir aqui dizer coisas extremamente novas e acertadas sobre o trabalho que fazem todas as mães a tempo inteiro, mas tirando isso de ser uma ocupação absorvente não me ocorre muito mais. E é uma injustiça. Mais um cliché: ser mãe e estar em casa, sendo "funcionária da felicidade dos filhos", como ouvi uma mãe dizer ontem na TV, é a coisa mais mal-apreciada que há. Qualquer profissão que ninguém queira é mais apreciada do que a tarefa de ficar em casa a cuidar da família e do seu bem-estar. E, no entanto, é das profissões que conheço que exige mais competências:
organização a toda a prova
atenção e disponibilidade a 100%, 24 horas por dia
raciocínio rápido e capacidade de antecipação
gestão de crises (acontecem todos os dias)
saber adaptar-se às rotinas (giro mas giro que é acabar de arrumar a cozinha, desarrumá-la e voltar a fazer o mesmo a seguir) e também aos imprevistos
boa capacidade de gestão dos recursos
rapidez
E, em cima disto, manter boa cara, um corpo esplêndido, um humor refinado e a paciência de uma apresentadora de programa de TV de programas infantis.
Nem o salário do António Mexia, com todos os prémios, chega para pagar isto.

Pequenos passos

Sim, eu sei que há por aí montes e montes de bebés que aos 10 meses já andam e nadam e saltam com os pés juntos, mas esse não é o caso das minhas filhas. Por isso, é com grande alegria que comunico que a Teresa deu hoje os seus primeiros passos agarradinha às mãos do papá. Queridíssima!

 

Ah, e só para vos não se dizer que eu não me gabo à grande: também já ensaia os seus primeiros "dá, dá" com correspondência com o que quer. Geralmente, pão.

To do list (actualização) e mais um bebé

. Ir almoçar com a C. e com a "barriguda loura" antes que o bebé nasça

 

Eis uma tarefa que já não vamos a tempo de concluir. Ontem à noite recebi uma mensagem da mãe informando que o bebé chegou. Um mês antes do previsto. O que, como lhe disse, por sms, tem uma certa graça. Combina perfeitamente com esta minha amiga ter um Afonso no Dia de Portugal.

 

Bem-vindo, bebé. Estamos a torcer por ti.

Os amigos estiveram cá em casa

Mais uma tarefa a riscar da lista:

 

. Convidar os amigos da Madalena para virem lanchar (a ver se é desta que larga a chucha)

 

Foi o máximo. O máximo do divertimento, da dessarumação do stress, da correria, da alegria, do choro, e valeu mesmo a pena. Claro que eu dispensava ter andado de rabo para o ar durante uma hora a separar peças da casa da Amanda (a que arrumei ontem, sim, essa mesmo), de lápis de cor, de pequenos alimentos de plástico, de peças do kit de médica, de pequenas peças de puzzle. Há assaltantes que deixam as casas mais arrumadas. Mas, enfim, faz parte de receber em casa três meninos com menos de quatro anos que não dormiram a sesta. No final, a Madalena estava tão cansada que adormeceu no sofá, depois de ter pedido a chucha mil vezes, de nós termos dito que não e de a ter ido buscar sozinha. Dei-lhe banho a dormir e quis meter-se na cama imediatamente. Mas adorou ter os amigos e acho que tão depressa não se vai esquecer!

 

E, pronto, é este o meu contributo para este fim-de-semana grande em que ninguém actualiza blogues ou FB.

 

Ah, aproveito para dizer que a história dos croissants  acabou em choradeira sentida (ainda estou a tentar esquecer-me daquele som nos meus ouvidos). De tal forma que o papá não teve outro remédio se não mandar vir da pastelaria aqui ao lado. Prometo não voltar ao "Careca", motivo de discórdia desta família.

Não sei o que fiz ontem mas sei o que quero hoje

- O que é isto?

- Croissants.

- Quero comer.

- Agora não que vais jantar. Amanhã.

- Mas eu quero agora.

- Mas agora faz mal. Amanhã. Prometo que amanhã te dou.

- Está beeeeeeem.

 

Durante a noite, a fada dos doces passou pela cozinha e "limpou" os croissants do "Careca".

- Não faz mal. Ela não se vai lembrar - pensou a mãe ingénua quando viu a caixa vazia.

 

Ela acorda. Abre um olho, depois abre o outro e ainda na cama diz:

- Vamos comer croissant.

 

 

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D