Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Lyonce Viiktórya

Pessoa que é pessoa que tem um blogue não pode deixar de comentar o tema do momento. Nâo falo de Carlos Castro, dos signos, do FMI ou das presidenciais (boring, sei lá!), mas como o próprio título indica do nome da criança de Luciana Abreu e Yannick Djaló.

 

A explicação sobre o nome está no site dela, cujo link aqui deixo. Não porque eles precisem de mais publicidade, mas porque realmente há coisas que merecem ser lidas (nem que seja para NUNCA fazer igual.

 

Pelos vistos, o nome Lyonce resulta da fusão dos nomes das duas criaturas. Não vejo qualquer relação, a não ser talvez o facto de usarem letras do alfabeto e, mesmo isso, é relativo tendo em conta a quantidade de y e repetições e floreados... Aliás, tenho de ser sincera, já não é o nome que me choca. É a grafia.

 

Como sabem a maioria das pessoas que aqui passa, eu tenho um nome que não lembraria ao Senhor pregado na cruz, estando por isso mais habilitada que a maioria para opinar sobre a má escolha deste nome. Se o meu, que não tem acentos, consoantes juntas e se escreve tal qual se diz, causa tanta complicação, que fará Lyonce Viiktórya? Se era para ser assim, porque raios não lhe chamaram simplesmente Lionce Vitória? Era feio. Mas ao menos era só feio.

 

Para terminar não resisto a juntar aqui a pérola das pérolas, a canção de Vasco Palmeirim (Rádio Comercial) dedicada a tão nobre criatura.

Explicando os Globos de Ouro à pequena

Estás a ver, Madalena, aquele brinquedo de tu gostas tanto que a mamã te ofereceu no Natal de 2009 porque se lembrava do 'Toy Story 1'? Esse brinquedo que tu reconheceste no DVD do Henrique pequeno quando ele cá veio a casa e que fez com que a mamã elegesse o 'Toy Story 3' como o teu primeiro filme-filme? Aquele que tu vês quando andas no carro do papá e gostas de imitar:"Ei, xou uma Batata cajada"? Esse? Ganhou o Globo de Ouro para melhor filme de animação. Se quiseres saber os restantes vencedores do ano de 2010, clicas neste link e espreitas a página ofiicial.

 

 

 

 

A cerimónia de entronização da Júlia Pinheiro ou o novo 'Triunfo da Vontade'

Estive a assistir, não diria atentamente mas pelo menos com interesse, ao regresso de Júlia Pinheiro à SIC e estive mesmo mesmo para vir aqui escrever que tudo aquilo me pareceu um tolice pegada e que daquilo tudo só se salvava a própria apresentadora, mas ainda bem que tirei mais uma hora para pensar no assunto, porque se quisermos ser realmente honestos a TVI faria igual se pudesse. Tanto é assim que hoje vai emitir, como se nada fosse, um episódio do programa 'Depois da Vida' em que participou o Carlos Castro - assim uma espécie de missa do 7.º dia moderna - que basicamente configura o mesmo género de actuação: vale tudo porque ninguém dá por nada com o 'barulho das luzes'.

Aliás, todos fariam o mesmo se pudessem, incluindo, quem sabe, a RTP, não se desse o caso de depois ser certinho que teriam a ERC à perna. E bem, porque já seria o cúmulo, além de termos de levar com o que levamos, eles ainda pusessem um câmara de mota a seguir o carro que conduz Júlia Pinheiro à glória, qual Hitler filmado por Leni Riefenstahl no 'Triunfo da Vontade' - só faltava a escadaria!

 

Bom, mas o caso é que o chinfrim à volta da apresentadora parece-me "natural" - estranhos tempos estes em que uma pessoa se habitua a isto, realmente, mas já não há volta atrás -, o que já me parece total ridículo e isso é que a TVI nunca faria é pintarem um retrato da Júlia Pinheiro que parece que foi ela a senhora que João Paulo II tocou e por causa de quem será beatificado. Segundo Cláudio Ramos ('Capa da Revista'), ela é uma dona de casa de se lhe tirar o chapéu. Meia hora depois, segundo Nuno Graciano, é uma mulher com um coração de ouro, toda dada às causas. E são estas, segundo eles e com este tom, as razões por que Júlia Pinheiro é a apresentadora portuguesa mais popular.

 

Descontando o profundo machismo da coisa, que se resume a acharem que uma mulher só merece êxito, glória e um ordenado gordo se, sendo mulher, passar as noites com a barriga encostada ao fogão e as manhãs no tanque enquanto por outro lado reza pelos pobres, ciganos e desprotegidos da Cova da Moura, gostava de perguntar a estes apresentadores (e a quem os deixa apresentar programas de TV com este género de discurso) se acham isto possível.

 

Acham que é possível uma mulher que está na direcção de uma televisão e veio de outra e ainda apresenta dois programas de TV, possa cuidar da família nesses termos? Acham que ela vai ao Continente ao sábado à tarde e ao Pingo Doce quando há "uma falta". E acham que os espectadores gostam dela porque é uma mulher de causas? Ou será que a Júlia Pinheiro é popular porque é genuína e boa profissional no que faz? E que se limita a fazer o seu trabalho? Eu acho que é mesmo por isso que ela é a mais querida. Porque não anda a fazer de conta que é uma cozinheira de mão-cheia, que adora ver o 'Espírito Indomável' enquanto passa a ferro e, lá está, reza pela família de Renato Seabra.

 

Só espero, é que espero mesmo, que a presença dela na SIC sirva para agitar as consciências que pensam desta maneira e, sobretudo, que não seja engolida pela máquina.

Só uma coisinha...

Antes que seja mal-interpretada com o texto anterior, que não se pense que desculpo Renato Seabra pelo que aconteceu. O que quero dizer é que podem existir atenuantes e, da mesma maneira que para mim não é líquido que o miúdo estivesse nesta relação por mais que interesse, também não me parece totalmente inocente que um homem de 65 anos se aproxime de um miúdo fazendo dele a sua bitch (suponho que isto seja o que os juízes consideram 'atenuantes' num crime). Renato sabia que CC era gay e que não era cortejado gratuitamente, CC sabia que se arriscava num jogo perigoso. Desta vez, tudo correu mal. Para ambos...

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D