Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Ai que peninha que tenho do Passos Coelho e da Maria Cavaca

Dizer que não se vai oferecer nada às filhas mais velhas, como disse Passos Coelho ao CM, ou dizer que não se vai dar nada a Cavaco, como disse Maria à Notícias TV de ontem é uma coisa que me põe doente. O Natal é para dar e partilhar! Não ofereçam presentes, não e vão ver como a economia, já vagorosa, fica parada de todo em 2011. Consumo não é o antónimo de poupar e, por uma vez, gostava que se dissesse que o importante não é consumir, é consumir com critério. Sobre estas duas personagens só tenho uma coisa a dizer: é preciso ter lata! Lata e as prioridades todas trocadas. Se não é o líder do PSD e a mulher do presidente da República a poderem animar a economia quem é que vai ser? Além disso, quem é que disse que os presentes de Natal têm de ser todos comprados. Ainda agora nas mudanças dei de caras com um CD - Natal Vermelho - que me deu a minha amiga Lena, gravado por ela, e achei aquilo verdadeiramente fabuloso. Até no tempo da outra senhora, quando este país era pouco mais que feudal, se davam meias e laranjas às crianças.

 

Isto dito, que fique claro que, apesar das minhas irrealistas e megalómanas listas de presentes, o mais importante é ser lembrada por pessoas de quem gosto.

Gostamos muito de saber o que traz certos visitantes a este blogue

Exemplos:

 

- o que oferecer no Natal com 5 anos/ o que oferecer no Natal/ o que oferecer no Natal 2010 (meus amigos, se não for para mim que seja para alguém!)

- Eduardo Sá é estúpido (não vou contrariar)

- quem sai no domingo na casa dos segredos (Oh my God!)

- Bernardo Bairrão maminhas Rita Pereira

- João Rolo nos Emmys/ Emmy Rita Pereira João Rolo (chocante!)

- Alexandra Lencastre

- Canalis

- Psicólogos escola

 

Até quando não os quero eles vêm até mim

Na licença de maternidade da Madalena dei-lhe de mamar muitas vezes enquanto via os 'Morangos com Açúcar'. Desta vez ando a passar ao lado e foram eles que vieram até mim. Saí da garagem e lá estavam o arraial montado: os actores, as câmaras, os mirones, os assistentes de produção que são mais que as mães... Tudo à minha porta o dia todo e eu sem dar por nada! Quando voltei com a Madalena disse-lhe que ela podia descer para ver mais de perto e a miúda ficou num 'excitex' que só visto. Terá a ficção da TVI passado para o leite?

Fralda é coisa de bebés

Dá-me ideia que hoje comprei o último pacote de fraldas da Madalena. É cedo para afirmações destas, mas dá-me ideia que a moça vai no bom caminho.

Há uns tempos disse-lhe: "Quando não quiseres usar fralda à noite, dizes à mamã e não te ponho". Esta semana foi a semana. Depois do banho, quando a estou a limpar, diz-me que não quer usar fralda. Depois quando ela está a dormir vou lá e ponho-lhe a fralda. De manhã quando acorda está quase sempre seca. É a minha bebé a deixar de ser bebé...

Olívia patroa e Olívia costureira

Estive o dia todo a pensar na greve geral e concluí que sou bipolar (ou então tenho o ascendente em Gémeos e tenho andado errada estes anos todos):

 

Lado A - Não fiz nem faria greve se estivesse a trabalhar porque acho mal que se dê uma imagem dessas quando estamos a viver dos sinais de credibilidade que conseguimos passar aos bancos de que precisamos para nos financiarmos e voltar a crescer economicamente (entre outras razões que me levariam demasiado tempo a explicar).

 

Lado B - Não é uma coisa muito sensata dizer-se que este o pior momento de todos para fazer greve. É precisamente por ser o pior momento que se faz. Quando está tudo bem não vale a pena protestar, não é?

 

De uma coisa de que tenho a certeza. Dizer-se que a greve geral é uma chatice para o trânsito e que atrasa tudo é mais ou menos como aquela senhora que achava que o tsusami na Indonésia era uma maçada porque lhe ia prejudicar as férias. A greve é um direito. Aliás, são muitos! (Como li num cartaz)

'Meu Amor', a greve geral e a vitória das donas de casa

Que seja 'Meu Amor' a ganhar um Emmy é uma coisa tão revolucionária que quando penso nisso até me vêm as lágrimas aos olhos! Porque foram estes actores, desprezados pela elite teatral, os modelos que não tinham lugar na representação, os produtores e realizadores que não encontraram lugar na "boa ficção" ou no cinema aqueles que fizeram a argamassa do que é hoje a Plural Entertainment, antiga NBP, que conseguiram fazer com que o nome de Portugal fosse dito alto e bom som numa gala internacional e ganhar um prémio que distingue alguma coisa que nós fazemos tão bem ou melhor do que outros. Foi o esforço continuado, de anos, que tornou isto possível.

 

E agrada-me que seja com uma telenovela, porque é aquele produto televisivo de que se diz que é "para donas de casa", visto pelas classes mais baixas, pelas menos instruídas e com menores rendimentos que ganha. Foram estas pessoas, de quem tanta vezes se fala com desprezo e sobranceria, que conseguiram juntas, dando audiências a um canal de televisão popular - quando tantas vezes este "popular" foi dito naquele tom que remete para pobreza e sujidade, como se ser pobre fosse sinónimo de sujidade - que pôs o nosso país no mapa. Eis uma lição tão importante como uma greve geral que mobiliza não sei quantos por cento da população.

Constipação...

E, pronto, finalmente a malvada conseguiu o que já andava a ameaçar há semanas: temos a Teresa de molho a bombadas de Ventilan. Sim, pedi por tudo não ter de dar aerossol e a pediatra foi compreensiva e concordou (ela também prefere). Tem laringite e uma chiadeira nos pulmões que mete impressão. Não tem febre, felizmente, mas amanhã lá teremos de a estrear na ginástica respiratória. Já disse que detesto isto? E que me sinto culpada?

Não pensavam que ia deixar passa a vitória de 'Meu Amor' em claro, pois não? E este vídeo, então, é do melhor!

 

 

  1. É realmente um feito extraordinário que uma novela portuguesa, mesmo sendo esta que não foi moveu paixões entre os espectadores nativos, ganhe um prémio internacional e, para mais, que esse prémio se chame Emmy.
  2. Fico muito contente pela Alexandra Lencastre. Ela merece! E a alegria dela em segundo plano no vídeo é contagiante (mais valia terem-na entrevistado a ela.
  3. A Rita Pereira estava em êxtase com a atenção que o seu decote tinha recebido, como observou esta rapariga. E ainda conseguiu pôr o João Rolo a ser comentado numa cerimónia dos Emmy. Estou chocada, para ser sincera!
  4. Adorei o olhar (ia adjectivar mas se calhar é melhor não) do Bernardo Bairrão, administrador da Media Capital, quando passa pela Rita Pereira. Aliás, é a minha parte favorita.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D