Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Quem sai aos seus

Para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

"Cristina". Também quero falar deste assunto

Nem o mundo era mundo se euzinha também não viesse botar faladura sobre o tema. Para dizer umas coisinhas.


1. Nenhum negócio fecha se estiver a correr bem. Se a revista "Cristina" fecha é porque gastava mais dinheiro do que gerava. E as pessoas podem apoiar-se na retórica, podem insistir que estava tudo planeado, mas a verdade é esta: pelo menos uma das partes não estava contente com o que se estava a passar. E é um fracasso com todas as letras, sim, porque, que me lembre, foi a apresentadora Cristina Ferreira que se armou (não há outro verbo) em salvadora da imprensa escrita quando viu a publicação nas bancas. E agora insiste, contando a história que lhe convém (de como sempre esteve planeado deixar de fazer o projeto como sempre o tinha feito para fazer igual em outro sítio e que agora vai ser para o mundo. Treme, Gwyneth Paltrow.

2. Tenho lido críticas aos jornalistas aos jornalistas que, apesar de não terem direito a fazer perguntas após o "momento de imprensa" (seja o que o que isso for) para o qual foram convocados, terem feito notícias sobre Cristina Ferreira.
 
Ora, lembremos, o 4.º Congresso dos Jornalistas aprovou uma moção para que os repórteres não escrevessem notícias quando as conferências de imprensa não tivessem direito a contraditório. É uma intenção benévola e, em princípio, nada tenho contra ela. Acontece que esbarra na realidade mais depressa do que um mosquito no radiador do carro que vai na A1.
 
Se todos os jornalistas se tivessem calado sobre o que aconteceu nesse "momento de imprensa" (a expressão dá taaaaanta vontade de rir), eu não saberia que ela se tinha comportado assim, porque não fui convocada. Para o caso em apreço, quero dizer isto: ainda bem que escreveram o que lá se passou e, sobretudo, ainda bem que noticiaram que ela afinal quis fazer um "momento de propaganda" sem direito a perguntas usando o filho como desculpa. Como dizem os ingleses, speaks volume sobre a pessoa em causa e isso parece-me bem ser contado. Na verdade, essa É a notícia do que lá aconteceu. Ainda bem que se soube. 

3. As pessoas que nos entretêm merecem espaço e que as conheçamos, mas, enfim, acho que tudo o que a apresentadora das manhãs da TVI tinha para dizer está dito há muito tempo. E, apesar do que ela pensa e da maneira como a imprensa se comporta, ela terá o seu tempo e, com esse mesmo tempo, deixará de ser interessante. Como acontece a todas as divas. Assim sendo, melhor não nos preocuparmos demasiado com o que a apoquenta, porque, na verdade, só a preocupa que critiquem o trabalho que faz. Para o demais, leiam a Vanita.

Atrás das teclas

foto do autor

Instagram

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D