Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quem sai aos seus

Um blogue para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Tomar porcarias, sim ou não?

Tomar corticóides para evitar a prematuridade dos pulmões da Quica foi a proposta do nosso obstetra na nossa última consulta. Recomendou uma conversa com a pediatra das miúdas para debatermos o assunto. Dai a minha curiosidade sobre o assunto, daí o meu pedido de ajuda (obrigada pelas respostas, se quiserem continuar não se inibam porque fiquei mais esclarecida e, já se sabe, informação é poder). Este é um assunto delicado para mim. Portanto, isto hoje vai ser loooooongo... Se quiserem parar, agora é o momento.

 

As nossas duas filhas nasceram às 38 semanas de gestação, ambas nasceram de cesariana, tudo correu bem e, no entanto, por alguma razão que não sabemos, desenvolveram pneumotóraxes, que acabaram por degenerar em hipertensão pulmonar e persistência do canal arterial. Se existir para aí um/a médico/a arrepiado/a com o que estou a dizer, desculpe. Os meus conhecimentos são rudimentares e, honestamente, eu própria tenho problemas com a ordem e a causa. O que conheço é o seu efeito prático: bebés em incubadoras durante duas semanas após o nascimento, cheias de tubos. O caso da Teresa foi menos grave (fomos mais rápidos a detetar o que se passava), mas no caso da Madalena só me lembrar dá-me vontade de chorar. Além disso, estou absolutamente convicta que o mesmo vai acontecer à Francisca (podem ir reservando a incubadora 1). Para quem tem ou teve filhos internados durante mais tempo, as minhas penas são ridículas mas não consigo deixar de pensar nisso.

 

Os pneumotoraxes são mais frequentes nos bebés que nascem de cesariana, mas estamos a falar de um número que não deve chegar aos 10%. Por isso, que aconteça a duas irmãs é muita coincidência. E coincidências é coisa em que os médicos não acreditam. Duas vezes? Really? Descobrir a causa seria importantíssimo mas, infelizmente, Dr. House não andava por ali. 

 

Com a Madalena, sempre que trocavam de turno havia um médico que me perguntava se eu tinha tomado um medicamento qualquer (já não me lembro qual). Com a Teresa, a neonatologista, sem explicações, disse-nos que se tivéssemos outro filho para esperarmos até, pelo menos, às 39 semanas para marcar a cesariana.

 

Tenho sentimentos ambivalentes em relação a tudo isto. Por um lado, há a questão das semanas de gestação. Hoje em dia até me arrepio toda quando ouço amigas e conhecidas dizerem que querem que os filhos nasçam às 37. O que, eu sei, é absurdo. Dado que há prematuros que nem pela incubadora passam. Mas sei que aguentar até às 39, do tamanho que devo estar, com o desconforto que dá... É penoso e não vale a pena dizer que não. 

 

Por outro lado, tomar porcarias... Não me apetece tomar cortisona só porque sim, sem ter a certeza que estou a tomar o medicamento certo para o problema em causa. Mas imaginar que isso pode fazer a diferença também me conforta não posso dizer que não...

11 comentários

Comentar post

Atrás das teclas

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D