Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

O que vemos e o que não vemos

Quando as palavras me faltam, sobra-me a habilidade de linkar para quem escreve o que penso: Pacheco Pereira sobre a pobreza que as televisões mostram, essa falsa pobreza que é trocar umas férias no estrangeiro por uma semana no Algarve, ir no IC1 em vez de pagar portagem na autoestrada. Nos momentos bons penso que vamos arrebitar, nos maus acredito que precisamos de trocar a ordem das coisas como a conhecemos. Saberemos fazer de outra maneira?

Cardamomo

Imagem daqui

 

Um dos meus passatempos preferidos é passear por blogues de culinária, onde se usam ingredientes extraordinários como aneto ou isto, cardamomo, especiaria que só conheço de foto. Até sei que é oriunda do sudoeste da Índia (fui ver ao Google), encontrá-la no supermercado é que não sou capaz. Ajudem-me. Em que corredor é que isto está? Não é por nada. É só porque meti na cabeça que ia usar isto um dia. Obrigada.

Coisas bonitas

Tupperware vintage

 

Cada maluco com a sua mania e o meu sonho era, um dia, ser uma grande coleccionadora de caixas de plástico. Mas não umas quaisquer. Apenas estas, as legítimas Tupperware.

Em casa da minha mãe havia uma amarela e uma laranja iguais às da foto. Lembram-me sempre dias de festa. Quando era miúda não lhe dava nenhuma importância, agora sou como aquelas pessoas que não emprestam discos e livros. Não saem cá de casa! A não ser que me assinem um termo de responsabilidade.

E depois houve o MTV Video Music Awards

Beyoncé

Desta vez, ao contrário de muitas outras, acertou em tudo. Adoro o vestido Lanvin. E o anel? Espectacular. Até a maneira como anunciou que está grávida foi gira. Classy!

 

Katy Perry

Há qualquer coisa angelical-pastilha elástica nesta imagem. Gosto!

 

 

Britney Spears e Lady Gaga

 

Na minha condição de fã número 1 da Brit, acho que ela está gira, mas que as drogas e o álcool cobraram o seu preço (nunca mais teve aquele ar fresco de 'Lolita'). Da Estefânia não gostei. Demasiado "L World" para mim. Mas lá que está perfeita, esta.

 

Justin Bieber e Selena Gómez

 

E por falar em "L World", é impressão minha ou o Bieber-baby-baby-baby se transformou numa lésbica? E a Selena? Então, o João Rôlo já exporta para Los Angeles e ninguém me diz nada. Detesto estas fantasias de renda!

 

E, pronto, é isto. Que se lixe a Líbia e os rebeldes e o Kadhaffi e os filhos.

Há pessoas com estilo

Sarah Jessica Parker, domingo à tarde, "a fazer turismo" junto às obras do teatro Bolshoi, no centro de Moscovo.

 

À noite, na antestreia do novo filme I Don't Know How She Does It (estreia prevista em Portugal para 20 de Outubro sem a presença da estrela), com uma obra de arte de Giambattista Valli. Ai, ai...

Depois espantem-se com as audiências fracalhotas...

A apresentadora de TV acaba de me dizer ao telefone que "está sem tempo e sem vontade" de participar na rubrica do jornal para a qual a convidei. Não me admira, pois, que os espectadores também andem sem tempo e sem vontade para ver o programa dela. Às vezes ainda me espanto com a nossa sensibilidade, sentados no sofá, a ver talk shows. A falsidade cheira-se a quilómetros de distância.

Líbia, que medo que isto me dá...

"O Conselho Nacional de Transição (CNT) já garantiu que não o vai extraditar o homem condenado pelo atentado bombista de 1988 contra um avião na Escócia. O ministro da Justiça dos rebeldes disse que “não vão entregar um cidadão líbio ao Ocidente”, pois o bombista “já foi julgado” e não vai ser novamente levado perante a justiça", excerto da notícia da Rádio Renascença sobre o terrorista de Lockerbie, encontrado em coma na sua casa em Tripoli.

 

Uma simples declaração e já estou bem assustadinha. Por alguma razão estúpida, achei que livrarem-se de um ditador seria meio caminho para entrarem na democracia mas depois uma pessoa lê o que diz o CNT e percebe que isto anda na corda bamba. Não é bem pelo terrorista, é pelos termos que usam: "entregar ao Ocidente?". Estão melhor, pois. Mas até quando?

Coisas bonitas

 

Parque Nacional da Quiçama - um oásis às portas de Luanda. Ideal para o turismo "de massas" através de instalações de campismo na periferia, não esquecendo o "Wilderness", isto é, "excursões" que se embrenham por zonas puras

 

[legenda original da fotografia, em papel de revelação, do Arquivo Histórico Ultramarino, sem data]

Pág. 1/6

Atrás das teclas

foto do autor

Instagram

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D