Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quem sai aos seus

Para a Madalena, para a Teresa e para a Francisca.

Revisão da matéria dada

O pai esteve fora toda a semana - isto foi na outra semana e só agora consigo sentar-me a escrever isto.

A mãe tinha um trabalho grande. A mãe não conseguiu dar vazão à coisa.

A mãe está adoentada e teve que ir ao médico. O pai está cansado.

Devíamos fazer uma dieta familiar com muitas vitaminas e minerais para entrar com o pé direito na Primavera.

Os pais não celebraram condignamente os oito anos que levam juntos e que se assinalaram no dia dos namorados.
Os pais queriam jantar sossegados no sábado à noite, mas as diabretes não deixaram.
Uma, a grande, não nos queria deixar saír de casa. Depois saímos à pressa do restaurante porque a Teresa vomitou e afinal não era nada de especial (felizmente).
A mãe escreveu dois textos giros no fim-de-semana e reza, um pouco, para que, caindo o governo, caiam também assessoras de imprensa parvas.
Constatação: os spin doctors deste país estão mais evoluídos do que os jornalistas.

A mãe gosta de realizadores. A mãe acha que outro grande problema é não existirem guionistas bons. A mãe gosta da sua pequena pós-graduação.
A mãe teve medo que lhe criticassem um trabalho e afundou-se na cadeira sem tirar os olhos da mesa para ver se se esqueciam dela (está mal!). Queremos ir ver o '127 Horas'.

O Económico TV já está no Meo, o que é uma excelente notícia.

A Teresa já consegue imitar pequenos gestos e agarrar livros pequenos e de capa dura. Senta-se muito bem também.
Subitamente, a Madalena começou a dizer os 'éles'. Também lhe anda a dar para ter ciúmes da mana. Conheceu uma menina que vai estar na mesma escola no próximo ano lectivo. Não gostou da miúda. "Só gostei da irmã". É verdade. Ignorou olimpicamente a futura colega.

Parece que o FMI sempre pode entrar em Portugal, e está toda a gente muito nervosa.

O pai trouxe presentes maravilhosos para as meninas do Brasil: uma mala para a mãe, roupas para as miúdas e Melissas especiais para a mãe e para a Madalena. Enquanto a mamã suspira pelo Verão, a Mini passa os dias com elas calçadas.

Faltámos outra vez à natação.

Queremos marcar férias mas ainda não conseguimos decidir onde.

Encontrei, por acaso, um amigo no hospital. Ele tinha acabado de ter um filho e fui vê-lo. É lindo.

Entretanto, percebe-se que o Kadhafi ainda é mais parvo do que já sabíamos, acho que esta porcaria ainda vai chegar a Cuba. Gosto de um título que li que dizia que a revolução precisava de mais do que do twitter (não me lembro onde) e ontem soube-se que o Pais do Amaral comprou a TVI. Dizem que não devemos voltar ao sítio onde fomos felizes. Mas se calhar ele foi infeliz. Também andam a tentar impingir-nos a ideia de que o José Alberto Carvalho e a Judite Sousa decidiram hoje, após 24 horas de reflexão e, no caso dela, 30 anos na RTP, mudar-se para a TVI.
A mãe gosta de televisão. Gosta de cinema. Gosta de moda. Gosta de crianças.

Fizeram agora mesmo uma brincadeira no '5 para a Meia Noite' com o nome dos filmes. Disseram que a Marta Leite Castro seria a protagonista de 'Vais Conhecer o Homem dos Teus Sonhos'. O convidado da noite era o ex-namorado e pai da filha, Leonel Vieira.

Tenho pena de não poder ir ver a peça de teatro 'A Despedida de Solteiro', da Utopia Teatro, mas não pode.

No próximo fim-de-semana, um amiga faz anos. Estou desejosa. Disso e de compensar as minhas filhas e o meu gajo de duas semanas muito estúpidas em que só me lembro que comi muita coisa que faz mal. 

Gostava tanto que ela aprendesse a dormir

A nossa filha Teresa é perfeita. Come que é uma maravilha, risonha, grande, amorosa e sossegada. Mas tem um grande defeito: não dorme antes da meia-noite. Depois fica na cama até às 10.00 e 11.00, a preguiçosa, mas quem a quiser ver feliz e contente é à hora do 'Biggest Loser'. A nossa amiga janta e depois ali pelas 21.00 dá-lhe o sono. Vai para a cama e quando nós pensamos "iupi, iupi, está a dormir", ainda não são 22.00 e já está de olho aberto. E depois quer conversa e mais comidinha. Alguma ideia para contornar isto?

É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que ir ao SNS

Tal como a minha amiga Princesa das Estrelas, também ando pior que estragada com o serviço nacional de saúde (SNS). Concluo que neste país uma pessoa ou está muito doente ou então pode ir marcando consulta num hospital privado, porque nos centros de saúde, só se disser que vai para a saúde materna. Grávidas e bebés são a única coisa que comove o SNS (e se calhar ainda temos de levantar as mãos ao céu e agradecer). Só cá em casa estamos há três anos à espera de médico de família. Agora tenho de ir ao médico, nada de especial, e já sei que vai ser um tormento. O que é extraordinário, porque se pode marcar depilação, cabeleireiro, manicure, massagens, mas consultas no centro de saúde? Impossível! E o que me apetecia agora pôr aqui um palavrãozinho?

E depois os preconceitos foram com o avôzinho no comboio ao circo

- Como se chama o presidente dos Estados Unidos da América?

- Mamã.

- Não, não.Como se chama o presidente dos Estados Unidos da América?

- Diuma Roussefa.

- Não. Então? Queres uma ajuda? Ba...

- ...rack Obama.

- E a presidente do Brasil?

- É a pesidenta.

- Como é que se chama? Queres ajuda? Dil...

- ...ma Roussef.

- Depois também podes ser presidenta.

- Eu quero ser cabeleileila.

- ...

Inspira, expira, tem vontade de dizer NUNCA mas opta pelo politicamente correcto.

- Podes ser o que quiseres. Também podes ser médica, juíza, advogada, jornalista...

- Está bem. Vou ser cabeleileila e médica.

- E podes ser presidenta na mesma.

- E pesidenta.

 

Portanto, é possível que eu venha a ser a mãe da primeira presidenta cabeleireira.

Segue quem quer com os olhinhos

- Onde está a Mariza?

E lá vai ela com os olhinhos à procura da empregada*.

 

Não sei se já disse isto aqui, se disse vou repetir, se não disse faço-o agora (não me apetece ir confirmar), que há uns dias estava eu em plena brincadeira com a Teresinha, a dar-lhe beijocas no pescoço e ela a partir-se a rir e chega a Mariza, ouve-nos a rir e diz, com o ar mais natural do mundo: "ela adora beijinhos no pescoço". Como se não bastasse, nessa tarde era só risinhos para a amiga.

 

Não se pode dizer que sinta ciúmes. Não mesmo. Fico contente por saber que a minha filha faz estas coisas com a pessoa que fica com ela o dia inteiro. Mas é inevitável pensar que se calhar deveria estar a fazer as coisas de outra maneira. Embora, por outro lado, pense, e isto é que é incrível: os filhos gostam sempre dos pais. Mesmo quando eles não são grande coisa. (o que não é o caso, obviamente).

 

*E a mana, e o papá, e a mamã.

Pág. 1/2

Atrás das teclas

foto do autor

Instagram

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D